PRIMEIROS SOCORROS EMOCIONAIS – Sara Nossa Terra Doe agora

PRIMEIROS SOCORROS EMOCIONAIS

Assim como boa parte das pessoas tem alguma noção de primeiros socorros e como devem agir em casos de pequenos acidentes domésticos, a gente deveria ter alguma noção de o que fazer quando ocorressem pequenos acidentes que causassem feridas emocionais. É isso que acredita o terapeuta Guy Winch. Entendendo que, em geral, as pessoas lidam com os problemas emocionais por conta própria, ela elaborou um pequeno guia prático de higiene emocional, para que as pessoas possam cuidar das suas emoções e da mente, com o mesmo cuidado que tratam as feridas físicas.

Winch acredita que a falta de ferramentas adequadas para lidar com essas experiências é o principal motivo de as pessoas tomarem pouca ou nenhuma providência para cuidar das feridas emocionais. Já que nem todo sofrimento psicológico é grave o suficiente para exigir uma intervenção profissional – como por exemplo, uma rejeição amorosa ou a bronca de um chefe – precisamos estar aptos a praticar os primeiros socorros emocionais em nós mesmos.

Por meio dos 7 passos ditados por Winch é possível lidar sozinho com algumas das adversidades emocionais mais comuns, como: culpa, rejeição, fracasso, perda, pensamentos obsessivos, baixa autoestima e solidão. Para aprender a lidar com elas preste atenção à dor emocional, mude a sua reação instintiva diante das suas próprias falhas, esteja atento e proteja a sua autoestima. Deixe o negativismo de lado e os pensamentos que não te levam a lugar nenhum, tenha autocompaixão também. Encontre o sentido da perda e tenha cuidado com a culpa excessiva.

Ao identificar os tratamentos mais eficazes para essas feridas emocionais você verá que os primeiros socorros podem funcionar melhor em várias situações, mas é preciso criar o hábito de cuidar também da saúde psicológica e não somente da física.

Voltar pra igrejas

Faça um comentário

X
Evento Teste