Doe agora

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

A inteligência emocional se manifesta no sentimento de aceitação pessoal, a sensação de que se é amado. Isto é se sentir querido, aceito, amado, apreciado, cuidado. Essa sensação se inicia antes mesmo de nascermos, com o afeto transmitido pela mãe e todos que a cercam. Algumas pessoas desenvolvem traumas profundos com origem na atitude de seus pais mesmo antes de nascerem. Alguém indesejado, dificilmente terá sentimento de aceitação.

A inteligência emocional se manifesta no sentimento de valia. É uma consciência e crença interior de que se tem valor. E que tem algo a oferecer aos outros.

O autoconhecimento permite que você tenha ambição e que isso funcione no estabelecimento de metas alcançáveis. Só com metas é possível atingir objetivos e a perfeição. A ambição desperta a iniciativa que ajuda você na busca das oportunidades.

O autoconhecimento molda o seu caráter, que é responsável pela definição das suas responsabilidades e pela compreensão das suas inaptidões. Isso gera adaptabilidade que ajuda o indivíduo a aceitar os seus erros e a ser flexível perante os obstáculos que surgirem.

O autoconhecimento te permite ser independente para não ter receio de atuar e de decidir perante os riscos e a pressão dos outros. Nossa inteligência emocional tem papel muito importante para determinar a felicidade e o sucesso de alguém. Ainda na antiga Grécia (400 a.C.), Platão já dizia que o aprendizado tem uma base emocional.

O modo como interagimos com nossas emoções e as regulamos tem repercussões em quase todos os aspectos de nossa vida. A inteligência emocional é responsável por grande parte da capacidade de uma pessoa de navegar com eficiência pela vida. A pessoa emocionalmente inteligente é mais confiante, sabe trabalhar na direção de suas metas, é adaptável e flexível. Por isso mesmo, é mais resistente e se recupera rapidamente do estresse. A vida corre muito mais suavemente se você tiver boa inteligência emocional.

Faça um comentário

X