Faça sua doação

SAÍA DA MEDIOCRIDADE!

Área de Conteúdo

SAÍA DA MEDIOCRIDADE!

SAÍA DA MEDIOCRIDADE!

Nós nascemos para a plenitude. Deus nos chamou para estarmos entre os grandes da Terra porque Ele nos capacitou para isso.

Uma pesquisa concluiu que oitenta e cinco por cento (85%) dos homens vive na zona do conforto, onde estão os medianos, e nunca saem desse ponto de mediocridade. Eles vivem sem correr riscos ou desafios. Escolhem viver com mediocridade e não com o melhor. Por exemplo, com o dinheiro que tem para comprar uma boa camiseta, optam por comprar cinco sem qualidade. Comem qualquer coisa, não são seletivos, não escolhem o que é melhor. Vivem com medo. Não aceitam desafios por medo de cair e perder seu status. Todos nós corremos o risco de tropeçar e nem por isso devemos deixar de fazer o que Deus nos chamou para fazer. As pessoas na zona de conforto buscam coisas fáceis para fazer; nunca querem algo novo ou difícil. Precisamos nos desafiar, decidir e fazer algo que nunca fizemos, por exemplo, uma nova língua ou um instrumento musical.

Em uma entrevista, Tiger Woods disse que se tornou o melhor no golfe porque treinava exaustivamente: “Só tinha sorte depois de 10 horas de treino”. Não existe sorte em nada do que fazemos. Um especialista inglês disse que só nos tornamos excelentes em algo depois de treinarmos dez mil horas nisso. É por isso que existem aqueles que são ícones, heróis no que fazem.

Precisamos aprender a fazer coisas novas, não apenas coisas fáceis ou que já sabemos fazer. A pessoa na zona da mediocridade faz opção por coisas seguras e nunca se arrisca, mas devemos declarar a Deus que queremos arriscar mais.

A zona do conforto leva as pessoas a viverem no arrependimento pelo que não fizeram e as prende em todas a áreas da vida. Mas a Bíblia diz que o nosso passado está debaixo do sangue de Jesus e que os nosso pecados foram jogados no fundo do oceano; Deus não se lembra mais deles. Esse tipo de arrependimento nos adoece, nos impede de fazer aquilo para o qual Deus nos criou para fazer. Precisamos sair dessa situação, não aceitar mais esse quadro, esquecer o que passou e seguir em frente. Todos nós já erramos demais – a vida é assim – mas não vivemos dos erros do passado e, sim, do que somos hoje e das escolhas e possibilidades de futuro. Quando vivemos uma vida centrada no ontem e no hoje não conseguimos construir o nosso amanhã.

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress