Faça sua doação

Perdoar as mágoas gera felicidade!

Área de Conteúdo

Perdoar as mágoas gera felicidade!

Perdoar as mágoas gera felicidade!

Uma pessoa que mantém altos índices de felicidade é alguém que sabe pedir perdão. Ela sabe assumir a responsabilidade por sua própria vida, parando de culpar os outros por falhas que são dela mesma.

Aprender a gerenciar as emoções é um desafio e um aprendizado. Muitas vezes, não conseguimos administrá-las adequadamente e elas acabam saindo sem controle em forma de palavras ou atitudes que machucam ou destroem nossos relacionamentos.

Somos curadas quando enfrentamos a verdade e crescemos quando nos quebrantamos diante de Deus. A Palavra de Deus entra em nosso coração quando deixamos que ela separe aquilo que é do homem daquilo que é de Deus. O propósito de Deus é que possamos encontrá-lo e que Jesus se torne nossa âncora e Salvador pessoal e, a partir daí, que cultivemos relacionamentos saudáveis. Jesus veio e viveu como homem entre nós, não para nos livrar dos nossos problemas, mas para mostrar que é possível viver nesse mundo de maneira plena.

Ele veio para nos dar vida e, ainda que sejamos pecadores, ele nos deu condições de nos reconciliarmos com Deus e vivermos uma vida feliz. Porém, muitos se esquecem da Bíblia e passam a viver da forma que julgam ser a melhor para eles. No entanto, a Palavra de Deus contém tudo o que o homem precisa para viver em harmonia com Deus, consigo mesmo e com o próximo.

A mágoa fragiliza o ser humano. Não só a mágoa que temos de nossos irmãos, de nossos pais, de alguém que nos fez mal, mas a mágoa que temos de Deus. Quando Caim matou Abel, ele tentou punir Deus, pois sua mágoa era contra Ele, e não contra o irmão. Tudo na vida tem um preço. O preço que Caim pagou por não saber lidar com seu sentimento de mágoa foi uma maldição que o acompanhou para sempre. Caim não se magoou com Abel, mas com Deus, que aceitou o sacrifício de seu irmão como superior ao seu.

Devemos nos despojar das mágoas acumuladas, pois nossas atitudes resultam de nossos sentimentos, que por sua vez são decorrentes de nossos pensamentos. Um pensamento influencia os sentimentos, e isso se reflete no comportamento. A Palavra de Deus lava e renova a nossa mente.

A mágoa é um dos sentimentos mais poderosos que o ser humano pode ter, e ela pode ser tão poderosa quanto o amor. Milagres acontecem por meio do amor de Deus. O amor transforma e cura o homem. Entregar as mágoas que nos aprisionam ao passado abre espaço para novos pensamentos e relacionamentos prósperos, adequados e supridores.

Muita gente guarda mágoa de Deus, mágoas que nem sempre têm coragem de admitir para si mesmas ou para outros. Culpamos a Deus pela família em que nascemos, por um acidente sofrido, por uma tragédia vivida. Temos de aprender a separar aquilo que é do homem daquilo que é de Deus. Para isso, Ele renova nossos pensamentos assim como o fez com o povo de Israel.

Quando entregamos nossas mágoas ao Senhor, nos colocamos diante d’Ele e nos dispomos a ter pensamentos e sentimentos diferentes; então, as atitudes também mudam. Assim, os efeitos colaterais da cura começarão a acontecer: aquela dor de cabeça ou na coluna vai desaparecer; não vamos mais adoecer por guardar sentimentos; o corpo não vai mais precisar somatizar para expelir emoções (gripe, gastrite, diarreia, depressão, fadiga, insônia) etc.

Todos os dias, muitas pessoas cultivam pensamentos e sentimentos que podem, a longo prazo, acumular emoções prejudiciais à própria saúde. A Bíblia diz que devemos pensar naquilo que é puro, reto e de boa fama. O Espírito Santo, por meio de nossa atitude de renunciar a sentimentos negativos, de perdoar, de dar o benefício da dúvida, fortalecerá nossa vida e até a nossa saúde.

Quando pedimos e recebemos perdão por algo que fizemos, logo sentimos um imenso alívio. Do mesmo jeito em que desfrutamos receber o perdão com seu alívio, devemos perdoar o próximo. Quando Jesus nos ensinou a orar, Ele disse: “Perdoa as nossas ofensas assim como perdoamos os que nos têm ofendido” (Mateus 6:12). Portanto, se quisermos o perdão, devemos semear o perdão.

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress