Faça sua doação

Cuide da sua identidade!

Área de Conteúdo

Cuide da sua identidade!

Cuide da sua identidade!

As reações que você tem nos momentos de crise revelam sua identidade ou a falta dela. As dúvidas surgem quando você não está segura de quem Deus é – e aí a fragilidade aflora. Ora, se você não sabe quem Deus é, também não sabe quem você é – e só fará essa descoberta quando descobrir quem o Senhor é.

As pessoas que não têm segurança daquilo que são e do Deus a quem servem, vivem entre a fé e a razão. É na mente que somos convencidos de algo. Porém, quando se fala de fé, de milagre, de transformação, a razão não pode prevalecer; o que deve prevalecer é a fé. Em todos os momentos de dúvida a fé e a razão se confrontam e, quando a fé prevalece, crescemos.

Conheça seus próprios limites. Entenda que há coisas que você pode fazer e outras para as quais não foi chamada ou capacitada a fazer. Quando você está segura de sua identidade em Deus, você consegue romper e vencer a crise. Porém, quando põe uma máscara para enfrentar a realidade, estará se prejudicando. Entenda que você pode ser autêntica sem ser mal-educada. Jesus era autêntico, não fazia nenhum tipo nem concessões, mas conseguia atrair e cativar as pessoas. Ele zelava por sua identidade e não mudava de acordo com o cenário, situação ou circunstâncias.

Eu me lembro quando, anos atrás, gravamos as músicas do álbum Heal our Land Worship, as músicas da igreja em língua inglesa. Precisávamos fazer todo o processo burocrático de registro dos músicos que participaram da produção e, para isso, precisávamos que os músicos norte-americanos que haviam participado da produção nos enviassem seus dados e o Social Security Number, que é um número de identificação pessoal de quem mora nos Estados Unidos, o equivalente ao CPF daqui do Brasil. Nesse episódio, consegui perceber claramente a diferença de cultura entre os países, pois aqueles músicos se recusaram a nos enviar essa identificação, enquanto aqui no Brasil informamos nosso CPF em qualquer site, no mercado, na drogaria e em qualquer outro lugar.

Em 2019, ao menos duas grandes empresas e uma organização social foram processadas pelo vazamento de dados e do CPF de quase 200 milhões de pessoas. O problema de se ter o CPF roubado é que a pessoa pode ter sua identidade usada em fraudes, seja em compras ou em contratos. Além da dor de cabeça que isso pode causar, ainda poderá perder dinheiro em processos para provar sua inocência. Esse mesmo descuido que as pessoas têm com seu RG ou CPF, têm também com sua identidade pessoal. Portanto, precisamos ser guardiões de nossa identidade, seja ela o documento de identificação, sejam nossas características que nos tornam únicos.

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress