Faça sua doação

Ator conta como rara síndrome o aproximou de Deus: “Tive que depender Dele”

Área de Conteúdo

Ator conta como rara síndrome o aproximou de Deus: “Tive que depender Dele”

Ator conta como rara síndrome o aproximou de Deus: “Tive que depender Dele”

Atticus Shaffer at arrivals for THE LION GUARD: RETURN OF THE ROAR Premiere, Walt Disney Studios Main Theatre, Burbank, CA November 14, 2015. Photo By: Dee Cercone/Everett Collection

Atticus Shaffer passou quase 10 anos fazendo rir os fãs da série “The Middle”. Ele interpreta o cômico “Brick”. Quem o vê na TV percebe que a algo de diferente no rapaz. É que Atticus tem uma rara síndrome que deixa seus ossos bem mais frágeis e impede que ele se desenvolva normalmente.
O jovem é um cristão devoto e compartilhou como sua fé o guiou em tempos difíceis. Atticus nasceu com Osteogênese Imperfeita, também conhecida como doença dos ossos frágeis, um distúrbio genético doloroso que se caracteriza por ossos que se quebram com facilidade.
Uma das consequencias dessa síndrome são deformidades moderadas na coluna, além da curvatura nos ossos longos, especialmente nos das pernas, deixando a vítima com baixa estatura.
Ele recentemente revelou em uma entrevista para a Pure Talk que uma lesão bastante dolorosa causada pela sua desordem, há alguns anos, o levou a pensar mais profundamente sobre Deus e sobre a salvação.
“Eu realmente me comprometi com o cristianismo quando eu tinha 15 anos. Eu só sabia que algo dentro de mim dizia: ‘Eu preciso conhecer o Senhor. Eu preciso saber onde estou. Eu preciso escolher um lado’”, disse ele.
Atticus foi batizado em 2015 e não olhou para trás. Ele descreveu suas lutas, triunfos e como ele chegou à fé. O ator também observou que suas batalhas com o distúrbio genético o ajudaram a ser mais “compassivo”, já que ele teve que suportar e superar a dor extrema.
“Eu conheço a dor. Eu tive muitas fraturas na minha vida. Eu tive placas, parafusos, hastes colocadas em todas as minhas pernas, minhas costas estão em uma curva por causa disso”, disse Shaffer.
“Minha desordem tem me ajudado a ser mais empático e ser mais compassivo. Deus me colocou em situações onde eu tinha de depender Dele”. Shaffer também discutiu seu papel como “Brick”, um personagem que ele descreveu como um exemplo de verdadeira vivência com autenticidade.
“O personagem de Brick têm algo tão importante para os tempos de hoje. Porque ele é um personagem modelo. Ele mostra que é ‘OK’ ser único”. Shaffer disse que sentirá falta do elenco e da equipe de “The Middle”, pois formaram um elo familiar ao longo dos anos.
O ator também discutiu a capacidade da série de manter seus fundamentos morais, permanecendo uma opção segura para as famílias durante as nove temporadas. “Não é nada além de uma aventura. Nós realmente ficamos com a moral que tínhamos”.
“Nós pegamos situações da vida real e isso acontece”, disse. “Foi realmente fiel à moral e muitas das histórias foram baseadas em coisas que os escritores passaram”. No final, o ator encorajou os cristãos a lembrar que eles podem ter um grande impacto nas indústrias seculares.
“Acho que podemos fazer alguns dos melhores trabalhos no mundo como cristãos”, disse ele, incentivando as pessoas a serem respeitosas e dar bons exemplos aos não-crentes. “Fomos chamados para ser luzes no mundo”.
Fonte: guiame.com.br

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress