Faça sua doação

Anderson Freire e pastores Anita e Juan Diego Luna marcam tarde de Conferência

Área de Conteúdo

Anderson Freire e pastores Anita e Juan Diego Luna marcam tarde de Conferência

Anderson Freire e pastores Anita e Juan Diego Luna marcam tarde de Conferência

_T2A0353O início da programação da tarde desta segunda-feira, 08, na Conferência Arena Jovem 2016 foi marcada por um grande momento de louvor com o cantor Anderson Freire, que cantou grandes sucessos de sua carreira e realizou um forte momento de unção com orações e encenações de atores no palco, representando as letras de algumas músicas.

Na sequência, a convidada pastora Anita Luna, da igreja Casa de Deus, na Guatemala, ministrou aos presentes com uma forte afirmação: “Antes de ser o povo da cruz é necessário ser um indivíduo da cruz.” Enfatizou a importância da cruz e destacou que ela não veio somente para perdoar, levar os pecados e tornar santo. “Jesus não podia fazer milagres e prodígios por Ele sozinho, Ele tinha que ter uma relação com o Espírito Santo para que Ele pudesse fazer maravilhas. Jesus decidiu viver a mesma vida que nós e fazer as mesmas coisas. Se Ele tivesse feito as coisas como Deus seria cansável e ilimitado pensar. Então, Ele se fez como nós homem, salvou-nos pelo sangue e cruz e cabe a nós imitá-Lo”, disse.

Pastora Anita declarou que Jesus quer trabalhar na vida de cada jovem por meio do estilo de vida, na forma como amam as pessoas, como servem as pessoas. “O que você está disposto a fazer para que outras pessoas O conheçam? Ele foi levado ao extremo, que representa algo. Entregou sua vida completa e todo seu sangue foi derramado. Deveríamos estar dispostos a chegar a esse mesmo ponto, levando até a morte esse estilo de vida que representa Ele”, completou.

O irmão da pastora Anita, pastor Juan Diego Luna conduziu em seguida a última ministração do dia, baseado na passagem do livro de I Pedro 2:9 e falou um pouco sobre o amor e Jesus. “Vamos aprender um pouco de Jesus para ser um povo escolhido por Ele. Jesus dá uma instrução ao seu povo, que é a de amar uns aos outros como Ele nos amou. Ele nos amou com toda uma vivência. Minha vida é o melhor recurso para amar”, disse.

Ainda na pregação, falou que existe um amor desconfortável, incômodo. “Muitas vezes amar é incômodo, nem sempre amar é bom e dá cócegas na barriga. Quando você decidi amar você precisa fazer coisas loucas pela outra pessoa e esse é o amor que Deus dá para nós. O amor de Jesus sai da zona de conforto”.

Para encerrar, foi exibido o filme O Povo da Cruz, produzido pela Sede, que retrata a família de um pastor que está à frente de uma igreja e começa a sofrer perseguições para tirarem a igreja do lugar, sob pressão de várias áreas, de empresários, traficantes e cafetões. Mostra que o povo da cruz é um povo que não desiste, apesar das perseguições.

Confira as fotos:

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress