Notícias

Notícias Mundo + Notícias Sara Nossa Terra Notícias Testemunhos

Sara Nossa Terra conquista título no Campeonato da UMEPP, no Mato Grosso do Sul

Você já imaginou unir esporte e religião? Que tal futebol e igrejas cristãs unidas para momentos de comunhão espiritual e lazer? É assim que acontece o Campeonato da União da Mocidade Evangélica de Ponta Porã – UMEPP, no Mato Grosso do Sul, onde a Sara Nossa Terra local faz parte com um time que leva o mesmo nome do Ministério e conta com 15 jovens.

Em novembro do ano passado o time alcançou uma grande conquista, ser Campeão do UMEPP pela primeira vez. Em 2015 o time já havia sido vice-campeão e em 2016 conquistou o 3º lugar. Willian Ramos, volante e líder de célula afirma que ao dizer que o cristão pode praticar esportes, é possível entender que através de uma prática honesta, limpa e cordial, o esportista pode até dar testemunho de sua fé. “Jesus disse: ‘Assim brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus’ (Mt 5.16). Deixar brilhar a luz da fé também é algo que pode ser feito no esporte, e é isto o que o cristão deve fazer”.

O jogo que trouxe o Campeonato ao time Sara Nossa Terra ocorreu no Parque dos Ervais contra o time Santos dos Últimos Dias. Mesmo com a abertura de placar sendo feita pelo adversário, Sara Nossa Terra não desanimou e passou a buscar uma mudança no jogo. No segundo tempo o time conseguiu o gol de empate, e o resultado da partida teve que ser definido nos pênaltis. Sara Nossa Terra conquistou o título com 100% de aproveitamento dos chutes a gol. “Ter saído campeão esse ano foi algo incrível, conseguimos nosso objetivo que buscávamos desde 2015.  O importante de tudo foi que conseguimos zelar o nome da igreja todos esse anos, sem brigas ou sem discussões”, declara Willian.

O campeonato envolvia Igrejas da fronteira do Brasil e Paraguai, fazendo não só uma união de ministérios, mas também de culturas e costumes. O campeonato durou precisamente sete semanas, quinze equipes entraram na disputa distribuídas em três grupos, avançaram para as semifinais apenas os melhores de cada grupo e o melhor segundo colocado. Como cita Willian Gera, essa interação com o esporte gera um espírito de união de equipe, “até mesmo de caráter na hora que perdemos a cabeça, domínio próprio.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *