Notícias

Notícias Mundo + Notícias Sara Nossa Terra Notícias Testemunhos

Fernando Nunes era chamado de “fanático”, mas alcançou a conversão de sua família

A maior parte da vida de Fernando Nunes Alves, 37 anos, foi em Fortaleza, cidade onde morou durante muitos anos e que marcou o início de uma nova etapa. “Antes da minha conversão eu não tinha um propósito de vida, vivia um dia por vez, sem um projeto maior. Inclusive sem ter uma plena paz”, afirma.

Após a sua conversão adquiriu um propósito maior para viver, que ele declara ser o reino de Deus. Começou a falar do amor de Deus , muitas vezes, foi incompreendido, até pelas suas irmãs que o considerava um “fanático”.  “Depois de 10 anos falando desse amor e já em cidades distintas, inesperadamente recebi uma ligação da minha irmã mais velha que estava com um pastor e que iria fazer uma oração de aceitação de Jesus como Senhor e Salvador da sua vida e que eu precisava estar presente nesse momento nem que fosse por telefone por causa das muitas vezes que eu havia falado do amor de Jesus para ela”, lembra.

Naquele instante, ele se recorda que começou a chorar e agradecer a Deus pelo milagre. “Qual foi a minha surpresa quando dois meses depois a minha irmã mais nova fez a mesma decisão e teve a mesma atitude de ligar para mim na sua oração de conversão. Jesus é lindo e se importa com os mais simples ou mais complexos desejos dos nossos corações. E o meu desejo foi a salvação das minhas irmãs”, afirma.

Fernando conheceu a SNT no final de 2013 a convite da sua esposa que na época era somente sua namorada.  “Na SNT tenho aprendido a ser um melhor discípulo, um melhor líder. Colocar em prática a fé cristã pura e simples. Foi com os meus líderes, diáconos Henrique e Marília que enfrentei medos sobre relacionamento ( por ter tido pais que se separaram… e que graças a Deus retornaram e são casados até hoje) e casei com a minha esposa. Hoje tenho uma família abençoada e sirvo com a minha esposa na Embaixada da SNT em Brasília”, afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *