Notícias

Notícias Mundo + Notícias Sara Nossa Terra Notícias Testemunhos

Culto de Quebra de Maldições (07.10). O diabo só respeita igreja unida

Nesta terça-feira (07), o Bispo Robson Rodovalho ministrou no Culto de Quebra de Maldições, na Embaixada Sara Nossa Terra, em Brasília, sobre os Trezentos escolhidos e citou que na Bíblia aparece o número trezentos algumas vezes, como na história de Gideão.

“Creia que você será parte dos escolhidos de Deus. Todas as vezes que faltar algo na sua vida, vá buscar. Se você fizer parte dos trezentos está dentro do pelotão da plenitude e ninguém vai te roubar, porque Ele vai determinar o seu milagre, a sua vitória e a sua conquista”.

Ao atravessar as dificuldades, você sairá do lugar em que está e Deus atravessará a sua vida como os trezentos. “Você sozinho não vai atravessar. A Bíblia nos fala sobre o poder da igreja. O diabo só respeita uma igreja unida. Estando em plenitude com Deus, você atravessará o Jordão da sua vida”, disse.

Testemunho

Culto de Terça-1“Sou de Guarapari, no Espírito Santo e moro em Brasília há pouco tempo. Na minha cidade participava de uma outra igreja e também fazia campanha. Quando cheguei aqui, estava em busca de um lugar para me sentir em casa, até que um amigo, Leonardo Faccini, que faz parte da Sara Nossa Terra onde eu morava, me convidou.  Aqui tenho me sentido transformado, pois Deus tem me conduzido. Venho de muitos conflitos em relacionamentos e Ele me guiou até aqui. O Senhor tem realizado tantas maravilhas que tenho certeza que está preparando ainda mais bênçãos,” afirma Luiz Guilherme Vieira, 38 anos, consultor tributário.

.

Culto de Terça-14“Há dois anos faço campanhas no Culto de Quebra de Maldições. Sempre fiz parte de igreja, mas acabei me afastando. Antes de participar da SNT eu era uma pessoa derrotada. Por meio de um homem de Deus a minha vida foi transformada, ao ser convidada para participar dos cultos. Antes eu tinha relacionamentos conturbados. Eu consegui emprego e Deus foi abrindo cada vez mais portas. Fiz minha faculdade de enfermagem e continuei estudando para concurso, até que passei em dois e logo fui convocada para exercer minha profissão,” conta Daniella Souza da Silva, 26 anos, enfermeira.

.

Confira as fotos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *