Mensagens

VOCÊ TEM DESPERDIÇADO OU CELEBRADO SUA VIDA?

Tenho uma hipótese pessoal de que, quando chegarmos ao céu, a primeira pergunta que Jesus nos fará será: “O que você fez com a vida que eu lhe dei?”. O povo israelense celebra muito a vida. Jesus era judeu e sabia deste valor da vida. Ele celebrou sua vida em todos os momentos com os seus discípulos. Como você tem vivido os seus dias? Tem sido bons ou maus? Qual nota você daria para a sua vida? Precisamos pensar nisso, porque muitas vezes estamos vivendo a vida não como Deus planejou, mas como a sociedade tem nos forjado.

Quando você estuda a Bíblia, identifica que a ênfase, tanto no Novo quanto no Velho Testamento, é a vida. Tudo é para que tenhamos vida. Os mandamentos que foram dados por Deus a Moisés não foram para destruição, mas para vida. Aquilo que Deus falou ao Seu povo, os limites que Ele colocou, não foi porque Ele queria aprisioná-los, destruí-los ou isolá-lo, mas para lhes dar a oportunidade de viverem plenamente.

Deus nos dá uma unção e é nossa responsabilidade o que fazemos com ela. Mas também, muitas vezes gastamos nossa energia julgando os outros. A exemplo, a história de Sansão, que errou, mas e os seus acertos?

É assim que vivemos a vida muitas vezes, gastando o nosso tempo não com as coisas boas, mas julgando as pessoas em suas fraquezas. É muito mais fácil julgarmos negativamente um irmão do que vermos suas qualidades. O ser humano é assim, mas, no momento em que percebemos essa tendência, temos a oportunidade de mudar. Como você tem vivido a sua vida? Na abundância? Na carência? O que você tem buscado? A sua vida tem sido para julgar os outros? Você tem desperdiçado ou celebrado a sua vida?

A tendência do ser humano é só focar em coisas terrestres e nós sabemos que o mundo passa, mas ele tem muitos atrativos. As pessoas trabalham muito porque desejam ter dinheiro para comprar, para construir algo. Há períodos em sua vida que você precisa, sim, colocar o foco nessas coisas, principalmente quando está construindo a sua família. Quando se casa ou quando os seus filhos são pequenos, você precisa ter um foco muito grande no trabalho, porque precisará do que irá produzir. Mas entenda que isso é só um período. Entretanto, muitos se esquecem disso. Acabam vivendo uma vida de repetições. Não queira repetir a história da sua família, mas busque uma nova história para você, seus filhos, seus netos.

Sobre o colunista

Nascida em Goiânia, Lúcia converteu-se ao cristianismo aos 17 anos. Mesmo diante de uma carreira promissora como jogadora de vôlei, ela decidiu se dedicar à missão de levar a Palavra ao mundo, de conquistar almas para a vida em Jesus. Aos 19 anos, casou-se com Robson Rodovalho e juntos fundaram a Igreja Sara Nossa Terra. Hoje sãos bispos e presidentes mundiais do ministério evangélico. Teóloga e doutora em Filosofia, formou-se também em Psicologia pela Universidade Católica de Brasília, especializando-se em terapia familiar. É fundadora do mais expressivo ministério liderado pela Sara Nossa Terra, o Arena Jovem. O projeto nasceu em 2003, em Brasília, quando a Bispa Lúcia Rodovalho assumiu o desafio de mobilizar a atenção de milhares de jovens e apresentar-lhes a vida em Jesus Cristo - um caminho que levaria à transformação de suas vidas. Das habilidades que lhes são inatas e das que construiu ao longo da vida com sua experiência profissional, Bispa Lúcia considera sua capacidade de ouvir e entender o outro como o aprendizado mais relevante e decisivo para sua missão de evangelização. Quanto ao foco de seu trabalho, estruturado o projeto Arena Jovem em todo o Brasil, tem se dedicado principalmente ao tema família. Para a Bispa Lúcia Rodovalho, o amor, a base de uma família, germina à luz do respeito, do diálogo e do perdão. E a família é a base sobre a qual se constrói um futuro de realizações.

Deixe uma resposta