Mensagens

NÃO CRIE EXPECTATIVAS DEMAIS

O homem acredita que ser cristão é ter um bom relacionamento com Deus. A Bíblia afirma, porém, que a base da vida cristã é ter comunhão com o Pai, com o próximo e consigo mesmo. Por isso, mudar o foco e crescer nos relacionamentos é tão importante. Quantos de nós gostaríamos de expulsar os medos que nos assolam como: medo de ser feliz, de fracassar, medo do amanhã, de amar e ser amado? A Palavra de Deus diz em 1 João 4:18 que “no amor não existe medo, antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento, logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor”.

Quando a Bíblia diz que no amor não há medo, somos confrontados com nossos próprios. Se temos medo, então, é porque não amamos a Deus? Temos uma visão errada de relacionamento quando achamos que nos relacionar com o outro é uma atividade emocional. Na verdade, relacionamento é uma atividade espiritual. É por isso que só podemos relacionar de forma efetiva, construindo relacionamentos significativos, se nossa vida estiver solidificada na primeira verdade, universal e única, que Deus é amor, e a fonte do amor não está em nós, mas n’Ele.

Isso nos dá esperança porque se pensarmos em relacionamento olhando para os limites humanos, desistimos. Precisamos ter no coração confiança na Palavra de Deus e fazer com que Ele seja a fonte do nosso suprimento e não os homens. Tudo começa a fazer diferença quando mudamos o foco! Tirar os olhos das expectativas do que eles podem nos dar e colocar o foco em cima do que a Bíblia nos ensina. Deixar que o amor incondicional de Deus flua por meio de nós.

Quantas pessoas casam com a intenção de receber do parceiro o que os pais deram? Quando desistimos de esperar que nossos companheiros nos supram – não confundir com desistir do relacionamento – podemos começar a nos relacionar verdadeiramente. Escolher desistir é muito difícil, mas não é impossível. Se construirmos nossas vidas sobre as expectativas não realistas de que os outros vão nos satisfazer, vamos nos frustrar e nos fechar.

Sobre o colunista

Robson Rodovalho é físico graduado pela Universidade Federal de Goiás, da qual também foi professor. Formou-se ainda em Teologia e Filosofia, adquirindo conhecimentos que associa às suas constantes pesquisas no campo da Física Quântica. É fundador, Bispo e presidente do Ministério Sara Nossa Terra, que criou em 1992, ao lado de sua esposa, Bispa Lúcia Rodovalho. Conferencista internacional, ministra palestras sobre temas relacionados à relação entre ciência e fé, gestão, desenvolvimento pessoal e profissional, entre outros. Compositor e cantor, já lançou dois DVDs e sete CDs. Com o título “Sara Nossa Terra, Por Favor”, gravado pela Som Livre, garantiu o Disco de Ouro, em 2013. Rodovalho também é escritor. Seu ultimo livro, Rompiendo las Maldiciones Hereditarias, junta-se a uma bibliografia própria com mais de setenta obras. Entre os títulos de caréter científico, destaca-se Ciência e Fé – O Reencontro pela Física Quântica. Publicado pela editora LeYa, o título ficou por três semanas no topo da lista dos mais vendidos no país da revista Veja, logo após seu lançamento, em julho de 2014. Presidente da Rede Gênesis de TV e da Rede Sara Brasil de rádio, Rodovalho apresenta o programa Vida com Esperança, que vai ao ar diariamente para 22 capitais em sinal captado pelas TVs abertas. A transmissão também é reproduzida pelas rádios. Atuou como deputado federal por um mandato (2007-2010), deixando relevante legado para a sociedade. Entre as suas contribuições, destacam-se as bases da legislação que concedeu isenção fiscal ao microimportador (“sacoleiros”), além da lei que reconhece eventos gospel como culturais, concedendo-lhes os benefícios da Lei Rouanet que garantem financiamento mediante renúncia fiscal. Entre as homenagens que recebeu estão a condecoração como Destaque Nacional da Frente Parlamentar Evangélica (2004), Honra ao Mérito – Comissão Nacional de Defesa dos Direitos Humanos (2009) e Medalha do Mérito Legislativo (2013).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *