Mensagens

NÃO CRIE EXPECTATIVAS DEMAIS

O homem acredita que ser cristão é ter um bom relacionamento com Deus. A Bíblia afirma, porém, que a base da vida cristã é ter comunhão com o Pai, com o próximo e consigo mesmo. Por isso, mudar o foco e crescer nos relacionamentos é tão importante. Quantos de nós gostaríamos de expulsar os medos que nos assolam como: medo de ser feliz, de fracassar, medo do amanhã, de amar e ser amado? A Palavra de Deus diz em 1 João 4:18 que “no amor não existe medo, antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento, logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor”.

Quando a Bíblia diz que no amor não há medo, somos confrontados com nossos próprios. Se temos medo, então, é porque não amamos a Deus? Temos uma visão errada de relacionamento quando achamos que nos relacionar com o outro é uma atividade emocional.  Na verdade, relacionamento é uma atividade espiritual. É por isso que só podemos relacionar de forma efetiva, construindo relacionamentos significativos, se nossa vida estiver solidificada na primeira verdade, universal e única, que Deus é amor, e a fonte do amor não está em nós, ma n’Ele.

Isso nos dá esperança porque se pensarmos em relacionamento olhando para os limites humanos, desistimos. Precisamos ter no coração confiança na Palavra de Deus e fazer com que Ele seja a fonte do nosso suprimento e não os homens. Tudo começa a fazer diferença quando mudamos o foco! Tirar os olhos das expectativas do que eles podem nos dar e colocar o foco em cima do que a Bíblia nos ensina. Deixar que o amor incondicional de Deus flua através de nós.

Quantas pessoas casam com a intenção de receber do parceiro o que os pais deram? Quando desistimos de esperar que nossos companheiros nos supram – não confundir com desistir do relacionamento – podemos começar a nos relacionar verdadeiramente. Escolher desistir é muito difícil, mas não é impossível. Se construirmos nossas vidas sobre as expectativas não realistas de que os outros vão nos satisfazer, vamos nos frustrar e nos fechar.

 

 

Sobre o colunista

Nascida em Goiânia, Lúcia converteu-se ao cristianismo aos 17 anos. Mesmo diante de uma carreira promissora como jogadora de vôlei, ela decidiu se dedicar à missão de levar a Palavra ao mundo, de conquistar almas para a vida em Jesus. Aos 19 anos, casou-se com Robson Rodovalho e juntos fundaram a Igreja Sara Nossa Terra. Hoje sãos bispos e presidentes mundiais do ministério evangélico. Teóloga e doutora em Filosofia, formou-se também em Psicologia pela Universidade Católica de Brasília, especializando-se em terapia familiar. É fundadora do mais expressivo ministério liderado pela Sara Nossa Terra, o Arena Jovem. O projeto nasceu em 2003, em Brasília, quando a Bispa Lúcia Rodovalho assumiu o desafio de mobilizar a atenção de milhares de jovens e apresentar-lhes a vida em Jesus Cristo - um caminho que levaria à transformação de suas vidas. Das habilidades que lhes são inatas e das que construiu ao longo da vida com sua experiência profissional, Bispa Lúcia considera sua capacidade de ouvir e entender o outro como o aprendizado mais relevante e decisivo para sua missão de evangelização. Quanto ao foco de seu trabalho, estruturado o projeto Arena Jovem em todo o Brasil, tem se dedicado principalmente ao tema família. Para a Bispa Lúcia Rodovalho, o amor, a base de uma família, germina à luz do respeito, do diálogo e do perdão. E a família é a base sobre a qual se constrói um futuro de realizações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin