Mensagens

EM FUNÇÃO DO AMOR DO OUTRO

Talvez a primeira e mais importante necessidade do ser humano é a de ser amado. O amor nos leva à plenitude de vida, tanto quando amamos, quando somos amados e aceitos.  Precisamos sim ser amados! Mas essa busca não pode nos colocar na dependência de outra pessoa.

Buscar o amor como complemento da vida é diferente de buscar no amor a razão para seu propósito. Ninguém consegue viver uma relação tão exigente capaz de suprir uma demanda como esta. Busque o amor que lhe supre, lhe inspire e motive a seguir em sua caminhada, mas jamais faça deste relacionamento seu propósito final.  Ele é constituído de um fio muito fino e não suportaria tamanha responsabilidade.

Uma relação de amor e companheirismo se sustenta com naturalidade se trilhar caminhos na coincidência do paralelo de nossas trajetórias e não na total negação ou devoção a uma trajetória que não é nossa. O motivo de tanta frustração nas relações em busca do amor é que ele se torna um fim em si mesmo, não um meio para adoçar nossa caminhada. Um elo que faz a vida, em seus relacionamentos, ter um sentido maior e além de si próprio.

O amor é a graxa para o desprendimento da engrenagem da vida. É ele que faz uma mãe dar sua vida pelo filho, que gera motivação e força para os pais os protegerem, indo ao limite de seus sacrifícios. O amor é o elo da vida! Sem amor, apenas vagamos na existência humana. Não temos nosso porto seguro, nosso destino final.

Mas é preciso entender que ele é uma via de mão dupla. Ninguém detém o amor incondicional, só Deus. Ninguém consegue viver e expressar o amor unilateralmente. Tal ideia é bastante bela e nobre, mas irreal na prática humana. Não busque uma relação assim, nem se entregue a uma expectativa como esta, pois no fim ela será insustentável para você.

Sobre o colunista

Robson Rodovalho é físico graduado pela Universidade Federal de Goiás, da qual também foi professor. Formou-se ainda em Teologia e Filosofia, adquirindo conhecimentos que associa às suas constantes pesquisas no campo da Física Quântica. É fundador, Bispo e presidente do Ministério Sara Nossa Terra, que criou em 1992, ao lado de sua esposa, Bispa Lúcia Rodovalho. Conferencista internacional, ministra palestras sobre temas relacionados à relação entre ciência e fé, gestão, desenvolvimento pessoal e profissional, entre outros. Compositor e cantor, já lançou dois DVDs e sete CDs. Com o título “Sara Nossa Terra, Por Favor”, gravado pela Som Livre, garantiu o Disco de Ouro, em 2013. Rodovalho também é escritor. Seu ultimo livro, Rompiendo las Maldiciones Hereditarias, junta-se a uma bibliografia própria com mais de setenta obras. Entre os títulos de caréter científico, destaca-se Ciência e Fé – O Reencontro pela Física Quântica. Publicado pela editora LeYa, o título ficou por três semanas no topo da lista dos mais vendidos no país da revista Veja, logo após seu lançamento, em julho de 2014. Presidente da Rede Gênesis de TV e da Rede Sara Brasil de rádio, Rodovalho apresenta o programa Vida com Esperança, que vai ao ar diariamente para 22 capitais em sinal captado pelas TVs abertas. A transmissão também é reproduzida pelas rádios. Atuou como deputado federal por um mandato (2007-2010), deixando relevante legado para a sociedade. Entre as suas contribuições, destacam-se as bases da legislação que concedeu isenção fiscal ao microimportador (“sacoleiros”), além da lei que reconhece eventos gospel como culturais, concedendo-lhes os benefícios da Lei Rouanet que garantem financiamento mediante renúncia fiscal. Entre as homenagens que recebeu estão a condecoração como Destaque Nacional da Frente Parlamentar Evangélica (2004), Honra ao Mérito – Comissão Nacional de Defesa dos Direitos Humanos (2009) e Medalha do Mérito Legislativo (2013).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *