Mensagens

DESAPEGUE-SE DO SENTIMENTO ERRADO

O que você precisa soltar para que algo novo aconteça em sua vida? Às vezes, você está apegado não a algo material, mas sim emocional — uma atitude, um comportamento. Algumas pessoas se apegam a uma atitude de vítima, de “coitadinho”, a um sentimento de  inferioridade, de ser perseguido, e passa a viver sempre se lamentando e murmurando. Esse tipo de atitude jamais o levará a uma vida plena e próspera, pois mesmo que oportunidades apareçam, jamais conseguirá enxergá-las, pois estará ocupado demais se lamentando.

Existem pessoas que escolhem ser pobres como uma forma de poder e pensam: Se eu for pobre, os outros sempre terão de me ajudar. Dinheiro é poder, mas, muitas vezes, se manter pobre também é uma forma de conseguir as coisas. Infelizmente, algumas pessoas se apegam a este comportamento com medo de perderem a atenção que recebem ou dos benefícios que podem deixar de receber. Esse tipo de atitude é o que leva uma pessoa a não procurar um emprego, com medo de deixar de receber o “bolsa família” ou o seguro desemprego. Pessoas assim não prosperam, vivem apenas de caridade, achando que isso é o melhor que Deus pode lhes dar.

Se em algum momento da sua vida, bem lá no fundo do seu coração, sentiu ou sente que receber doações e viver de caridade é melhor do que ser próspero, coloque isso diante de Deus. Ele conhece seus pensamentos e sentimentos, e somente Ele pode lhe ajudar a se libertar desse sentimento de autocomiseração. Se você se sentir um “coitado”, um injustiçado, nunca conseguirá ser bem-sucedido. Abra mão desses sentimentos e se permita ser pleno. Se escolhermos a atitude de vítimas, Deus não poderá derramar Sua abundância sobre nós. Isso é muito forte!

Para ser próspero é necessário ter uma boa estima. É preciso autoestima para Deus poder confiar os tesouros desse mundo em nossas mãos. Ele precisa curar nossos corações, precisa tirar de nós todo espírito de vítima, de autopiedade, de queixa, todo sentimento de falta. Pense em tudo isso que foi dito acima. Do que você precisa abrir mão?

Interessante que o profeta falou para aquela viúva: Não tenha medo! É exatamente isso que Deus está falando para você hoje: Não tenha medo de ser próspero, não tenha medo de sair do vermelho, não tenha medo de acreditar em seus sonhos, não tenha medo, não tenha medo, não tenha medo!

Sobre o colunista

Robson Rodovalho é físico graduado pela Universidade Federal de Goiás, da qual também foi professor. Formou-se ainda em Teologia e Filosofia, adquirindo conhecimentos que associa às suas constantes pesquisas no campo da Física Quântica. É fundador, Bispo e presidente do Ministério Sara Nossa Terra, que criou em 1992, ao lado de sua esposa, Bispa Lúcia Rodovalho. Conferencista internacional, ministra palestras sobre temas relacionados à relação entre ciência e fé, gestão, desenvolvimento pessoal e profissional, entre outros. Compositor e cantor, já lançou dois DVDs e sete CDs. Com o título “Sara Nossa Terra, Por Favor”, gravado pela Som Livre, garantiu o Disco de Ouro, em 2013. Rodovalho também é escritor. Seu ultimo livro, Rompiendo las Maldiciones Hereditarias, junta-se a uma bibliografia própria com mais de setenta obras. Entre os títulos de caréter científico, destaca-se Ciência e Fé – O Reencontro pela Física Quântica. Publicado pela editora LeYa, o título ficou por três semanas no topo da lista dos mais vendidos no país da revista Veja, logo após seu lançamento, em julho de 2014. Presidente da Rede Gênesis de TV e da Rede Sara Brasil de rádio, Rodovalho apresenta o programa Vida com Esperança, que vai ao ar diariamente para 22 capitais em sinal captado pelas TVs abertas. A transmissão também é reproduzida pelas rádios. Atuou como deputado federal por um mandato (2007-2010), deixando relevante legado para a sociedade. Entre as suas contribuições, destacam-se as bases da legislação que concedeu isenção fiscal ao microimportador (“sacoleiros”), além da lei que reconhece eventos gospel como culturais, concedendo-lhes os benefícios da Lei Rouanet que garantem financiamento mediante renúncia fiscal. Entre as homenagens que recebeu estão a condecoração como Destaque Nacional da Frente Parlamentar Evangélica (2004), Honra ao Mérito – Comissão Nacional de Defesa dos Direitos Humanos (2009) e Medalha do Mérito Legislativo (2013).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *