Mensagens

2018- O ANO DOS NOVOS AVANÇOS

Nós estamos entrando em um novo tempo. Tempo que cremos que é de conquistas e avanços expressivos em muitas áreas. Por isso, precisamos estar preparados e treinados para romper os obstáculos que se apresentam e tomar esses novos territórios. Avançar é caminhar para frente, progredir, investir com ímpeto para conquistar algo. Foi o ímpeto europeu pela expansão econômica juntamente com o desejo de buscar metais preciosos mundo afora que motivou as grandes navegações e conquistas de novos territórios fora do Velho Continente.

Esse ímpeto ou forte desejo de avançar e conquistar novos territórios é o que motivou os grandes conquistadores, descobridores e desenvolvedores. É esse mesmo ímpeto que move os atletas de alta performance a renunciar lazer, a vida social e muitas outras coisas em prol do pódio ou da medalha que elevará seu nome a um novo patamar. O desejo de avançar é o que move as grandes personalidades da história, seja no esporte, nas artes, no campo social ou na ciência. Thomas Edison, Albert Einstein, Isaac Newton, Leonardo da Vinci foram mentes inquietas que decidiram avançar sobre o desconhecido, pois não se contentavam com presente ou com o estado das coisas. Eles esperavam mais do futuro e, não contentes, decidiram criar o seu próprio futuro. Para isso, precisaram avançar rumo ao desconhecido.

Nós precisamos desse mesmo inconformismo que produz mudança. Um inconformismo inteligente, ativo e criativo, e não um sentimento de rancor, aquele gosto amargo na boca, típico de gente que está doente, que só consegue olhar para o problema e reclamar. Nós não precisamos de murmuradores, mas de pessoas dispostas a se moverem e a fazerem o mundo se mover. No ministério Sara Nossa Terra no qual presidio, vamos trabalhar o tema Novos Avanços em 2018. Cremos que será um tempo em que iremos abrir a nossa mente para novas possibilidades, reconstruir, aprender algo novo, avançar. Lancei recente também o livro “Avanços- Como conquistar novos territórios e alcançar novas posições.” Um trabalho feito com muito primor, para quem deseja entrar em um novo estágio de vida, um desafio e um chamado para você se levantar e conquistar novas posições.

Sobre o colunista

Robson Rodovalho é físico graduado pela Universidade Federal de Goiás, da qual também foi professor. Formou-se ainda em Teologia e Filosofia, adquirindo conhecimentos que associa às suas constantes pesquisas no campo da Física Quântica. É fundador, Bispo e presidente do Ministério Sara Nossa Terra, que criou em 1992, ao lado de sua esposa, Bispa Lúcia Rodovalho. Conferencista internacional, ministra palestras sobre temas relacionados à relação entre ciência e fé, gestão, desenvolvimento pessoal e profissional, entre outros. Compositor e cantor, já lançou dois DVDs e sete CDs. Com o título “Sara Nossa Terra, Por Favor”, gravado pela Som Livre, garantiu o Disco de Ouro, em 2013. Rodovalho também é escritor. Seu ultimo livro, Rompiendo las Maldiciones Hereditarias, junta-se a uma bibliografia própria com mais de setenta obras. Entre os títulos de caréter científico, destaca-se Ciência e Fé – O Reencontro pela Física Quântica. Publicado pela editora LeYa, o título ficou por três semanas no topo da lista dos mais vendidos no país da revista Veja, logo após seu lançamento, em julho de 2014. Presidente da Rede Gênesis de TV e da Rede Sara Brasil de rádio, Rodovalho apresenta o programa Vida com Esperança, que vai ao ar diariamente para 22 capitais em sinal captado pelas TVs abertas. A transmissão também é reproduzida pelas rádios. Atuou como deputado federal por um mandato (2007-2010), deixando relevante legado para a sociedade. Entre as suas contribuições, destacam-se as bases da legislação que concedeu isenção fiscal ao microimportador (“sacoleiros”), além da lei que reconhece eventos gospel como culturais, concedendo-lhes os benefícios da Lei Rouanet que garantem financiamento mediante renúncia fiscal. Entre as homenagens que recebeu estão a condecoração como Destaque Nacional da Frente Parlamentar Evangélica (2004), Honra ao Mérito – Comissão Nacional de Defesa dos Direitos Humanos (2009) e Medalha do Mérito Legislativo (2013).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *